II Seminário Paulista de autismo 2010

II Seminário Paulista de autismo 2010

03 maio 2012

Filme "Arthur e o infinito,um olhar sobre o autismo" de Júlia Rufino




O filme
ARTHUR E
O INFINITO
Um olhar sobre o autismo


É um curta metragem que conta a seguinte história: Marina e
César são os pais de duas crianças, Sofia de 10 anos e Arthur, de 6
anos. Quando bebê, Arthur começou a apresentar um
comportamento diferente.
Sua comunicação era precária, parecia não ouvir quando seus pais
o chamavam e quase não tinha contato visual. Essas características
levaram os pais a procurarem médicos e especialistas.
A longa busca dos pais só terminou quando Arthur completou
seis anos, e foi diagnosticado como autista. Marina sente maior
responsabilidade sobre o menino e decide se dedicar unicamente
a tentar desenvolvê-lo o máximo possível, dentre todos os
momentos difíceis que passará, toda essa situação colocará em
questão a sua capacidade de lidar com seu filho.

O projeto foi criado pela cineasta Julia Rufino Garcia, que reuniu
uma equipe técnica e um elenco de pessoas que acreditam no
filme. A ideia surgiu pela grande curiosidade que Julia tinha sobre
o tema, que até então era pouco conhecido por ela, mas que a
fascinava, pois essas crianças interagem com o mundo de forma
diferente, com habilidades diferentes. São pessoas puras, que tem
muito a ensinar a humanidade e esse é um dos principais focos do
filme. O segundo principal foco é mostrar o como o cuidado, o
carinho, o fato de se importar e de estar junto pode fazer toda a
diferença. Hoje vivemos num mundo que necessita disso, deixar
isso exposto na relação da mãe com o menino pode inspirar
pessoas a mudarem suas ações.

A mensagem principal do filme é a de expor o caminho que a mãe
decidiu seguir, que foi o de se dedicar integralmente ao seu filho,
passando por momentos extremamente difíceis mas que trazem
uma recompensa, mesmo que a longo prazo, por isso é necessário
paciência. A pesquisa da pré-produção do filme fez com que a
equipe entrasse em contato com mães e pais de diversas
realidades, e o que se constatou foi que a situação que o filme
propõe acontece com muitas famílias. O objetivo é o de tentar
trilhar um possível caminho e o de inspirar pessoas para talvez
fazerem o mesmo ou algo parecido. O importante é além de ser
divulgado no meio de pessoas que já conhecem o assunto, ser
divulgado também no de pessoas que não tem conhecimento, e que
esse tema possa ser mais falado e discutido.

A ideia é divulgar em todas as instituições, associações e escolas.
Exibir para o maior número de mães, pais e/ou pessoas que
convivem com essas pessoas. O filme muito provavelmente irá para
diversos festivais nacionais e internacionais, além disso cogita-se a
ideia de colocá-lo em canais de televisão, tudo isso para que a
mensagem possa ser exposta da melhor forma possível.


Contatos:
arthureoinfinito@gmail.com
juliarufinogarcia@gmail.com
www.facebook.com/arthureoinfinito
Acompanhe tudo o que está
acontecendo na nossa página
do Facebook: